ARADO




A resiliência de um corpo é um tratado entre a pedra e o barro de si. Nesses dois estágios da terra, os performers constroem no espaço o arado de um corpo que co-habita a dureza e a maleabilidade, assimilando o peso dos dois estados em ritual que busca a semeadura de um ser para a lida com complexidades sociais e políticas do território.